28/01/2011

A dança das feridas

Encomendas ver aqui: http://universosdesfeitos-insonia.blogspot.com/2011/01/danca-das-feridas-3.html Um dos poemas do livro Adão a Eva não temas a trovoada o aconchego do relâmpago senti-la aqui tão perto é um regalo a poucos concedido se a casa tremer lembra-te que não é de medo nem do frio das paredes as casas só tremem porque estão de pé fundadas na terra que recebe as ossadas dos relâmpagos as trovoadas não temas os mortos nem o aconchego dos vivos nem deixes morrer nos vivos as trovoadas que fazem tremer as casas

2 comentários:

hmbf disse...

Obrigado. O título agora é «Adão a Eva» e vem pontuado. É preciso pôr vírgulas no amor. :-)

np disse...

Se fosse um ponto final é que era pior. De qualquer forma, mais vírgulas ou menos, este poema está digno de um grande trovão.
Saúde com um abraço