15/09/2010

órgãos pendentes

Como benfiquista ontologicamente burro, como todos aliás, também não concordo com formas de pressão e ameaças sobre órgãos independentes e autónomos, isto partindo do princípio que os órgãos são independentes e autónomos, infelizmente órgão independente e autónomo ainda só conheci um e está mais ligado ao campo da anatomia do que das instituições, quando é pressionado até aceito e às vezes gosto, agora ameaças são intoleráveis. Quando era miúdo jogava à bola na rua com o Zé dos Ossos, o Paulo das Maçãs, o Piça Rara, o Tilau, entre outros que a memória não deixa lembrar, o Figo, obviamente nunca teve alcunha, mas aos 13 anos comecei a crescer e aquilo passou. Ora os nossos órgãos independentes e autónomos têm sido conduzidos por adultos que continuam a chamar mágico, harry potter, hulk, bigorna, trave mestra (ok, este foi inventado e também já não está lá), aos seus jogadores, ao outro chamaram-lhe orelhas, o que até achei bastante engraçado, foi aquela senhora de índole com o desdentado rottweiler Abel ao lado, tudo isto sendo uma alegria não deixa de ser estranho. Transponham para a literatura por exemplo, olha o troca letras com o figura de estilo, o apanha metáforas escreve bem mas o esdrúxulo é melhor, ali vai o anaculoto metido com o litote, cá para mim são esquisitos, olha a malandra da anáfora a dizer mal do oxímoro, pensando melhor se calhar éramos todos mais felizes. Bem, existe sempre a hipótese de nos dedicarmos todos ao ténis, esse desporto limpinho e asséptico, onde a bola não é bombeada nem se fazem passes rasgados, não se pauta o jogo nem se faz a gestão do resultado, rematar com o pé que se tem mais à mão é impensável, não se criam desequilíbrios nem se tiram cruzamentos e muito menos se fazem manchas, que eles acabam sempre os jogos muito asseadinhos graças a deus. Também há a pesca, mas aí um gajo tem de se habituar ao cheiro, sempre é natural que no ténis eles devem usar todos Rexona.

2 comentários:

hmbf disse...

Eh, eh,eh.... uma benfiquista picado é melhor que pescado. No ano passado, era tudo bom. :-) Diz-me só: fosse o FCP a lançar um comunicado daqueles, vá lá, na véspera de um FCP-SLB, como é que era? Até aposto que no próximo SLB-SCP a arbitragem será de categoria.

np disse...

Não gostava claro, mas eles têm aquela táctica do chamas-lhe puta antes que nos chamem a nós, ou seja, mesmo quando são beneficiados dizem que foram prejudicados. O comunicado do Benfica é parvo, como no futebol, aliás, País, é tudo parvo, deviam ter previsto tudo antes, até eu que não ando lá percebi tudo na primeira jornada.
Pelo Sporting, como sabes, nutro um carinho especial, é o adversário de referência, sem quinhentinhos, agências de viagens, Oliveirinhas, bolinhos e fruta à mistura.
Não gostaria nada de ganhar o jogo com uma arbitragem a meu favor, aliás prefiro nem ganhar e ir apanhar uma corvina com o meu irmão :-)